Phil Rudd declarou para uma revista em 2005: “Os Stones nos deu só 1 hora de palco. É muito perigoso dar apenas 1 hora para o AC/DC, cara! A coisa mais gostosa que fiz com essa banda foi fazer os Stones comer poeira diante de 500 mil pessoas no Canadá.” E foi isso que aconteceu durante o festival canadense “Toronto Rocks”.

Em 2003, os Stones fizeram uma sugestão para o governo canadense para organizar um festival de rock para ajudar a economia de Toronto após uma epidemia de SARS, que matou quase 60 pessoas em abril e maio daquele ano.

O governo aceitou, e o evento aconteceu no dia 30 de julho de 2003. Cerca de 500 mil pessoas marcaram presença (foi o maior evento ao ar livre já feito no Canadá e um dos maiores da história na América do Norte).

As principais bandas do evento foram: Justin Timberlake, The Guess Who, Rush, AC/DC e pra fechar o evento, o The Rolling Stones.

O público pareceu não aceitar o Justin Timberlake. Durante a apresentação do músico, o público vaiou, atirou garrafas de água e papel higiênico no palco. E quando ele apareceu para fazer uma participação no palco com os Stones, o público novamente ficou irritado, e esse comportamento também deixou, segundo relatos, o guitarrista Keith Richards visivelmente furioso.

As bandas The Guess Who e Rush fizeram uma apresentação que foi classificada como “mediana” pelos críticos dos jornais locais e alguns fãs que estiveram lá.

A banda que roubou a cena e fez o público vibrar, foi o AC/DC. A critico de música Jane Stevenson do jornal “Toronto Sun” escreveu um artigo intitulado “O AC/DC fez a apresentação mais ‘eletrizante’ do dia.”

Angus Young - Toronto Rocks 2003

Angus Young – Toronto Rocks 2003

Um trecho do artigo que ela escreveu:

“Sete horas depois do início do festival, o AC/DC apareceu e fez ‘a casa cair’.

As pessoas estavam gritando com as suas ‘air guitars’, cantando alto, encharcando um ao outro com água e suor, batendo palmas para cada música e honrando a apresentação com uma tradição dos clássicos eventos: jogando papel higiênico pra cima.

Quase meio milhão de pessoas que estavam completamente exaustas graças ao sol escaldante do dia, levantaram em coro e gastaram toda a energia que restou e mais um pouco para saldar os roqueiros australianos – a única banda do evento que fez isso. Foi um dos maiores eventos da história da música, o AC/DC roubou totalmente a cena, ofuscou todas as outras bandas.

Para aquelas que curtem o rock dessa maneira, nós saudamos vocês.”

A roubada de cena do AC/DC também é comprovada pelos comentários de algumas pessoas que estiveram presentes:

Chad Erickson

“Uma apresentação fantástica. Desapontamentos: Skydivers, Justin Timberlake. Surpresas: Sam Roberts e Mike Bullard. Valeu esperar: Os Stones. Agora, o AC/DC roubou totalmente a cena com maravilhosa apresentação.”

Chris Bell

“Pra mim, todas as bandas tocaram muito bem, mas o AC/DC levou a galera à loucura.
Os Stones continua sendo e sempre será a maior banda de rock n’ roll do mundo. Fiquei triste com o comportamento de alguns fãs que desrespeitaram o Justin Timberlake. Isso não foi bacana. Mas jamais me esquecerei dessa noite.”

Dale Patton

“Eu estive lá o dia todo e, ao ver todas as apresentações com diferentes músicos, posso dizer que o evento foi maravilhoso, mas o AC/DC foi demais! Eles são fantásticos!”

Vale lembrar que numa participação pra lá de especial e memorável, Angus e Malcolm, também dividiram o palco com os Stones e tocaram a música “Rock Me Baby”.

E foi assim que o AC/DC arrepiou quase meio milhão de pessoas e roubou a cena num dos maiores eventos da história da música.

Comentários

Comentários